sábado, 4 de julho de 2009

1424. GRAVE

A propósito da dívida de 800.000 euros à Camara Municipal de Tomar, recebemos este comentário, que consta do post imediatamente anterior e que, pela sua gravidade, reproduzimos:

"Durante 2 anos, Carlos Carrão Vice-presidente da Câmara teve o pelouro e esqueceu-se de enviar as facturas. Depois mais quase 2 anos de Ivo Santos que a primeira coisa que fez foi vir para os jornais exigir o pagamento de facturas que não tinham sido enviadas e assim criar condições para que os serviços fossem retirados a Tomar.Em tudo isto o Dr.Corvelo nada fez e Tomar não recebeu o dinheiro que tinha direito.Uma pequena maravilha de gestão Municipal."

A ser verdade que nada foi feito, é muito grave e exige responsabilização política!

7 comentários:

Maria do Rosário disse...

Esqueceu-se!???? Pois o dinheiro não era dele. Mas afinal ele não estava lá para se lembrar, não era a função dele? Ora, se se esqueceu de da cobrança de 800.000 euros de que se lembrou enquanto lá esteve?E não havia também ninguém para o lembrar?
Alguém tem realmente de ser responsabilizado, parece-me evidente.

Anónimo disse...

Pois é para andar de baialrico em bailarico com as velhas e velhos e nos comes e bebes a enganar e o pagode pobretano, esqueceu-se de mandar as facturas!
Arre que isto é demais.

O carro a vassoura

Anónimo disse...

De facto quem não sabe e procura saber é louvável. Ao contrário ou é ignorância ou má fé. CCarrão quando tomou conta do pelouro, tratou de retomar as negociações c a ANPC para pagamento da dívida, ordenando o envio mensal dos balanços da dita dívida. O que não querem ver é que o então vereador José Mendes se esteve marimbando para o facto durante 4 (QUATRO ANOS)... Nunca mecheu uma palha para a resolução do problema. E tudo isto pode ser confirmado documentalmente!!! Haja honestidade nos comentários. Sejam verdadeiros. Tenham essa coragem.

Anónimo disse...

Está visto que tudo isto tem sido muito bem gerido. E então durante todo esse tempo o Presidente Paiva primeiro e o Presidente Corvelo fizeram o quê?

É que nunca no aniversário dos Bombeiros há relato de que essa questão tenha sido levantada ofialmente. Ou que nos beberetes e meetings onde andam sempre entretidos isso tivesse sequer sido ventilado.

A responsabilização política tem de facto que ser assacada a alguém? Ora, se bem me lembro que está na Câmara desde 1998 é o PSD. Está feito!

Anónimo disse...

José Mendes? Não posso acreditar. Foi o mais honesto e trabalhador vereador socilista que passou pela Câmara de Tomar. Jamais de iria esquecer de uma coisa dessas. Não pode, deve haver confusão.

Anónimo disse...

Portanto: A Câmara de Tomar demorou 4 anos a descobrir que lhe deviam dinheiro e a culpa é do Mendes?

Esqueceu Carrão e Ivo durante anos de enviar as facturas e a culpa é do Mendes?

Nenhum dos dois Presidentes (Paiva e Corvelo) soube disso? E a culpa é do Mendes?

Chiça. Que o Mendes é um gajo importante e já deixou de ser Vereador há 4 anos!

Lindo! Lindo!

Anónimo disse...

Depois de ler isto tudo, vi logo que este pessoal está todo de má fé crónica e de carácter!!!
Houve aí um naif que ainda tentou esclarecer...
Óh amigo das 20,41, isso é dar PÉROLAS A PORCOS...